Pular para o conteúdo

A volta do Maestro e uma análise do Colo-Colo

16/03/2011

Geralmente um torcedor de futebol espera ansioso pelo início da partida de seu time. Entretanto, na partida entre Santos X Botafogo-RP, pela primeira vez na vida minha expectativa estava guardada para o início do segundo tempo. Não era pra menos. Esperei seis meses para rever a genialidade de Paulo Henrique Ganso e seu mágico futebol.

No primeiro tempo, Diogo usou a 10 e apresentou um futebol execrável, indigno da gloriosa camisa que o vestia. Errava passes simples e demonstrava não saber jogar quando não tem a bola. Aliás, o time inteiro estava errando bolas fáceis. Pará conseguiu furar uma bola que estava sob seu domínio. Apesar de dominar o jogo, o Santos não oferecia perigo ao adversário.

Mal acostumada, a torcida alvinegra gritava o nome do craque. Faltava futebol naquela noite. Após o intervalo, o segundo tempo foi totalmente diferente do primeiro, com Paulo Henrique regendo a orquestra do Peixão. Bastou pegar na bola em sua primeira jogada ofensiva para o gênio achar um espaço no campo em que a bola pudesse correr livre, para que Zé Eduardo fosse de encontro a ela para dominá-la na linha de fundo e tocá-la para trás, para conclusão e gol de Elano. Já disse aqui uma vez que “um passe de Ganso não é apenas um passe – é uma dádiva, uma oferenda onde a bola se torna o presente tão esperado por quem a recebe”. Bastou um toque do Gênio para que o jogo fosse resolvido. Ganso fez em 40 segundos mais do que muito jogador deve ter feito em toda carreira.

O craque ainda foi abençoado com seu gol na reestréia – Pará faz um passe no estilo de Ganso ao notar a ótima e rápida passagem de Zé Eduardo pela direita. O camisa nove bate cruzado para a pequena área e Ganso, com seu genial pé esquerdo, empurra pro gol.

A bela reestréia do craque, com direito a dribles, caneta e passe de calcanhar, faz com que o ânimo do torcedor Santista seja reerguido para o importante compromisso que o Peixe tem diante do Colo-Colo, no Chile. Só a vitória nos interessa nesta que é a partida que define nosso futuro na Copa Libertadores. Bem vindo de volta ao time, Menino Gênio. Que os Chilenos fiquem encantados com seu futebol.

POR FALAR NOS CHILENOS

Assisti à vitória fora de casa do Colo-Colo sobre o Deportivo Táchira por 4×2. O que pude notar é que o Peixe não terá vida fácil no Chile, já que os chilenos conquistaram a vitória ao utilizar-se do esquema 4-5-1, com duas linhas de quatro, bem defensivas, um homem de armação e um atacante (na verdade, o esquema é 4-4-1-1).

Na Partida contra o Táchira, o Colo-Colo mostrou-se muito organizado, com as duas linhas defensivas atuando próximas e recuadas. A defesa postando-se à frente da própria área e o meio-campo na intermediária fizeram do time chileno uma equipe bastante compactada dentro de campo, ocupando bem os espaços e fazendo uma forte marcação por zona.  Achei interessante a marcação feita com pressão sobre a posse de bola do oponente – o marcador só combate aquele adversário que invadir sua zona de ação com a bola. Dessa forma, as linhas ficam uniformes e organizadas. Este modelo de marcação mantém um jogador no combate e outro sempre na sua cobertura. Qualquer erro de passe bobo pode armar um contra ataque mortal e pegar nossa defesa desprovida de recursos para um desarme.

No entanto, como o Colo-Colo joga em casa, é provável que tenha uma postura mais agressiva. Mas não acredito nesta hipótese. Penso que o time chileno vai recuar e compactar as linhas defensivas, oferecendo campo ao Peixe. Temos que tomar cuidado com essa armadilha chilena que visa atrair o adversário. A intenção deles é provocar nossos erros quando estivermos buscando espaços para poder nos agredir com velocidade no contra-ataque.

Não será fácil. Mas acredito nos nossos atletas. Principalmente por causa da volta do nosso Maestro.

PRA CIMA DELES, SANTOS !

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s